Posts Tagged 'PIL'

Minha (quase) vida bandida

Blog juntando moscas, deixa eu ressucitar um projetinho de fim de semana para ver se anima um pouco.

A ideia inicial desse post surgiu na PythonBrasil do ano passado. Pensei em fazer uma lightning talk, mas não ficou pronta a tempo (Nota: sempre bom deixar alguma lightning talk preparada).

Como começou a história: recebi email de uma prima, pedindo para que os amigos e parentes ajudassem a votar na filha dela em um site de roupas infantis. A criança mais votada participaria de um comercial e ia embolsar um monte de roupas.

Ok, ok. Odeio esse tipo de spam, mas também não custa ajudar, né? Fui na página de votação. Votei uma vez, depois de preencher um captcha, e tentei votar de novo para ver o que acontecia. “Você votou na última hora, aguarde para votar novamente”. Hmm. Como será que o controle disso é feito?

Abri o código. Hmm, essa função em javascript aqui que processa o evento do botão, ela chama uma URL…

  function votoAprovar(cadastroId){
    captcha = document.getElementById('cadastroCaptcha').value;
    window.location = 'voto_v.php?votoStatus=1&cadastroId='+cadastroId+"&captcha="+captcha;
  }

Opa. E se eu tentar acessar essa URL direto?

voto_v.php?votoStatus=1&cadastroId=98374&captcha=adb356

Tenho que acertar o captcha. Onde está o captcha? Ah, olha só, o link da imagem é um arquivo captcha.php, será que dá para acessar direto? Deu.

Essa é a imagem original.

Resumindo, eu tinha a URL para votar, e atualizando o captcha eu conseguia votar quantas vezes quisesse. Mas ficar fazendo isso na mão é chato. Como será que funciona identificação de captcha? Uma pesquisa rapidinha e caí nesse site. E em Python, para facilitar ainda mais minha vida.

Brinquei um pouco com o PIL, e consegui deixar a imagem com caracteres bem definidos. Incrivelmente, só precisei converter para escala de cinza, e aplicar um limiar.

def captcha_to_greyscale(captcha):
    if captcha.mode == 'L':
        return captcha
    captcha = captcha.convert('L', (.4, .4, .4, 0))
    return captcha

def light_pixels_to_white_pixels(pixels, w, h):
    for x in xrange(w):
        for y in xrange(h):
            if pixels[x, y] > 50:
                pixels[x, y] = 255
    return pixels

def clean_captcha(img):
    img2 = captcha_to_greyscale(img)

    w, h = img2.size
    light_pixels_to_white_pixels(img2.load(), w, h)

    return img2

Imagem, depois de processada pelo PIL.

E, conforme ia acumulando mais imagens, vi que a minha vida seria mais fácil ainda: o captcha só tinha caracteres hexadecimais, então nem precisaria mapear o alfabeto inteiro, só de zero a nove e de ‘a’ até ‘f’. Depois de limpar algumas imagens e juntá-las numa pasta, rodei o treinador do tesseract-ocr, e depois dos arquivos de treinos prontos, tinha 100% de acerto nas imagens. Sigh, que maravilha de captcha…

Agora, testar. Criei um perfil falso, e me assustei. Tentei rodar o script para ver se contava um voto, e quando abri o perfil já tinha 5! Aparentemente, as mães fazem um “vote-no-meu-filho-que-eu-voto-no-seu”, e como os perfis mais novos aparecem na página principal, me acharam rapidinho. Ok, rodemos um loop então, cem votos. Yep, todos contados.

    br = mechanize.Browser()

    page = br.open('******/captcha/captcha.php')
    img_str = StringIO(page.read())

    img = Image.open(img_str)
    output = clean_captcha(img)

    fp = open('tmp.tif', 'wb')
    output.save(fp, format='tiff')
    fp.close()

    getoutput('tesseract tmp.tif output -l captcha')
    fp = open('output.txt')
    captcha = fp.read()[:6]
    fp.close()

    cadId = 28477

    vote_page = '******/voto_v.php?votoStatus=1&cadastroId=%d&captcha=%s' % (cadId, captcha)
    br.open(vote_page)

Omiti o endereço do site, mas basicamente o script é esse.

Agora chega o grande momento, o clímax da história, onde o herói escolhe entre a fama e fortuna ou o que parece moralmente certo. (Que grandioso!). “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades!”. E todo esse lero-lero.

Apesar de o propósito inicial ter sido ajudar a minha prima, rodar o script me pareceu uma ajuda grande demais. E meu objetivo era testar o buraco no sistema de votação, não me aproveitar dele. Acabei deixando pra lá, e o código ficou mofando no meu computador.

Hoje, quando fui escrever o post, vi que já aconteceu a segunda edição do concurso, e miseravelmente o sistema é exatamente o mesmo. Vou mandar esse post para a empresa, quem sabe para o próximo corrijam.

UPDATE: O Lameiro deu a dica nos comentários: buscando no google.com.br por “captcha PHP” temos, como primeiro hit, um tutorial ensinando a gerar o captcha que esse site usa. E, como ele bem notou, deve ter muitos sites no Brasil com esse mesmo problema.

Fica a dica: nunca confie no primeiro hit do google para implementar a sua solução de segurança. Aliás, não confie em nenhuma, até saber como ela funciona.